Monday, August 21, 2017

Sopa de tomates assados e lentilha vermelha e pés congelados

English version

Roasted tomato and red lentil soup / Sopa de tomates assados e lentilha vermelha

Uma das razões pelas quais o meu amor pelo inverno tem diminuído consideravelmente é o fato de que pelo menos aqui em São Paulo não estamos preparados para os dias mais frios: não há aquecimento na maioria das casas e apartamentos, lojas e restaurantes – passamos frio tanto do lado de fora quanto do lado de dentro. Tomar banho é um pesadelo, trocar de roupa é outro. :S

Enquanto digito esta receita em um domingo frio, com uma xícara de chá pelando ao meu lado, meus pés estão enfiados em dois pares de meias grossas e ainda assim parecem duas pedras de gelo. Fico aqui sonhando com dias de clima mais gostoso, e enquanto isso não vem faço sopa – a de hoje é simples, deliciosa e o calor do forno transforma os tomates em um tesouro, mesmo se eles não estiverem em seus melhores dias, e a lentilha torna a sopa mais espessa e completa.

Sopa de tomates assados e lentilha vermelha
receita minha

- xícara medidora de 240ml

Para os tomates assados:
8 tomates italianos maduros, cortados ao meio no sentido do comprimento
1 colher (sopa) de azeite de oliva extra virgem
sal e pimenta do reino moída na hora
3 galhinhos de orégano fresco
2 folhas de louro

Para a sopa:
1 ½ colheres (sopa) de manteiga sem sal
½ colher (chá) de azeite de oliva extra virgem
1 alho-poró grande, somente a parte clara, em fatias fininhas
1 dente de alho grande, amassado e picadinho
3 xícaras (720ml) de caldo de legumes, quente
sal e pimenta do reino moída na hora
½ xícara (100g) de ervilha vermelha seca

Preaqueça o forno a 200°C. Forre uma assadeira grande e rasa com papel alumínio.
Arrume os tomates sobre o papel com o lado cortado para cima. Regue com o azeite e salpique com o sal e a pimenta. Arrume os galhinhos de orégano e as folhas de louro sobre os tomates e leve ao forno por 40 minutos ou até que os tomates fiquem bem macios. Retire do forno e descarte o orégano e o louro.

Sopa: em uma panela grande, derreta a manteiga e o azeite em fogo médio-alto. Junte o alho-poró e refogue, misturando algumas vezes, até que amacie, cerca de 5 minutos. Junte o alho e refogue por 1 minuto, somente até perfumar. Junte o tomate e todos os sucos que ficaram na assadeira, juntamente com o caldo de legumes, e bata tudo com um mixer até obter uma sopa lisa. Junte as ervilhas e cozinhe até que amaciem, cerca de 10 minutos – a sopa vai ficar mais espessa. Cheque o tempero e sirva.

Rend.: 4-6 porções

Wednesday, August 16, 2017

Pãezinhos de coco e creme azedo (sour cream) e sabores que dividem as pessoas

English version

Coconut sour cream buns / Pãezinhos de coco e creme azedo (sour cream)

Eu achava que era a louca dos doces até começar a trabalhar no meu emprego atual, dois anos atrás: meus colegas de escritório são viciados em tudo quanto é tipo de doce, e sendo uma empresa suíça vocês podem imaginar a quantidade absurda de chocolate que chega pra gente sempre que alguém vem ou volta da matriz para cá. :)

Um dos executivos mantém um vidro de doces na mesa dele e todos podem se servir quando bate aquela vontade de comer um docinho. Quem viaja também contribui com o estoque de doces, o que acho bem bacana e generoso. Semana passada tivemos um debate sobre sabores por causa do tal vidro: minha chefe foi pegar um chocolate e como ela não fala português alertei-a de que os bombons eram recheados de coco. Ela me disse que ama coco, no que alguém respondeu que eca, odeia coco, e mais alguém disse que ama coco, e assim foi – ela então disse que coco é um daqueles sabores que dividem as pessoas: ou amam ou odeiam – como o coentro. :)

Sou parte do fã-clube do coco e adoro em tudo, até em preparações salgadas. Por isso fiquei um tempo querendo fazer pãezinhos de coco que levassem o ingrediente na massa e no recheio, e que também fossem bem macios, quase um briochinho. Fiz esta receita algumas vezes e fiquei feliz com resultado, por isso divido com vocês agora – os pãezinhos ficaram uma delícia e incrivelmente macios por causa da combinação de manteiga e creme azedo na massa.

Pãezinhos de coco e creme azedo (sour cream)
receita minha

- xícara medidora de 240ml

Massa:
2 ¼ colheres (chá) de fermento biológico seco
¼ xícara (50g) de açúcar cristal
½ xícara (120ml) de água morna
½ xícara (120ml) de creme azedo (sour cream)*
1 gema de ovo grande
2 ½ xícaras (350g) de farinha de trigo comum
1 pitada de sal
1/3 xícara (33g) de coco ralado sem adição de açúcar
½ colher (chá) de extrato de baunilha
¼ xícara (56g) de manteiga sem sal, bem molinha

Recheio:
¼ xícara (56g) de manteiga sem sal, bem molinha
2/3 xícara (66g) de coco em flocos sem adição de açúcar
4 colheres (sopa) de açúcar demerara (para dar mais textura; caso prefira, use o granulado)

Para pincelar e polvilhar os pãezinhos:
1 ovo + 1 colher (chá) de água, batidos com um garfo
3 colheres (sopa) de coco em flocos sem adição de açúcar

Comece preparando a massa: na tigela grande da batedeira planetária (você vai usar o batedor para massas pesadas), junte o fermento biológico, 1 pitada do açúcar e a água. Misture com um garfo e reserve até espumar, cerca de 5 minutos. Junte o creme azedo, a gema, o açúcar restante, a farinha, o coco e a baunilha e misture em velocidade média por cerca de 8 minutos ou até que uma massa lisa e elástica se forme. Aos poucos, vá acrescentando a manteiga, 1 colher (sopa) por vez, e misture bem em velocidade média após cada adição – a massa é bem molinha. Transfira para uma tigela grande levemente untada com manteiga, cubra com filme plástico e deixe crescer em um lugar morninho, longe de correntes de ar, por cerca de 1 ½ horas, ou até dobrar de volume.

Unte generosamente com manteiga uma forma de muffins com 12 cavidades. Reserve.
Transfira a massa para uma superfície levemente enfarinhada e abra com um rolo, formando um retângulo de 30x40cm. Espalhe a manteiga sobre toda a massa, deixando 1cm de borda sem manteiga. Salpique com o açúcar e em seguida com o coco. Começando pelo lado mais longo, enrole a massa firmemente em um cilindro. Corte em 12 fatias iguais e arrume cada uma delas nas cavidades da forma de muffin. Cubra com um pano de prato limpo e seco e deixe crescer novamente por 40-45 minutos – enquanto isso, preaqueça o forno a 200°.

Pincele os pãezinhos com o ovo batido com água e salpique com o coco. Leve-os ao forno por cerca de 25 minutos ou até que cresçam e dourem bem. Deixe esfriar na forma sobre uma gradinha por 5 minutos, e então desenforme com cuidados (os pãezinhos são bem macios), transferindo-os para a gradinha e deixando esfriar completamente (eles também são uma delícia servidos mornos).

* creme azedo (sour cream) caseiro: para preparar 1 xícara de creme azedo, misture 1 xícara (240ml) de creme de leite fresco com 2-3 colheres (chá) de suco de limão ou limão siciliano em uma tigela. Vá mexendo até que comece a engrossar. Cubra com filme plástico e deixe em temperatura ambiente por 1 hora ou até que engrosse um pouco mais (geralmente faço o meu na noite anterior e deixo sobre a pia – com exceção de noites extremamente quentes – coberto com filme plástico; na manhã seguinte o creme fica bem espesso – leve à geladeira para ficar mais espesso ainda)

Rend.: 12 unidades

Friday, August 11, 2017

Muffins de laranja, mirtilo e azeite de oliva e um problema com lactose

English version

Orange, blueberry and olive oil muffins / Muffins de laranja, mirtilo e azeite de oliva

Sei que é bastante raro eu postar receitas no blog em dois dias seguidos, e ainda estou correndo pra lá e pra cá tentando dar conta das minhas coisas, mas já que a semana que vem será mais cheia do esta que termina hoje decidi chutar o balde e trazer-lhes estes muffins hoje: novamente uma receita rapidinha, mas muito gostosa. Os muffins ficam dourados e úmidos, macios e perfumados de laranja.

Sou a louca dos cítricos, como vocês bem sabem, e nestes muffins o sabor da laranja complementa lindamente os mirtilos. A adição de azeite é uma surpresa bacana, sem contar que esta se tornou a minha receita de muffin oficial, aquela que é pau-para-toda-obra, depois que fui diagnosticada como intolerante à lactose, há um mês e qualquer coisa. Já a fiz com leite sem lactose com bons resultados e preciso testá-la com leite de amêndoa qualquer hora.

Muffins de laranja, mirtilo e azeite de oliva
receita minha

- xícara medidora de 240ml

¾ xícara (150g) de açúcar cristal
raspas da casca de 2 laranjas
1 ½ xícaras (210g) de farinha de trigo
2 colheres (chá) de fermento em pó
1/8 colher (chá) de sal
1 ovo grande, temperatura ambiente
½ xícara (120ml) de leite integral, temperatura ambiente
1/3 xícara (80ml) de azeite de oliva extra virgem
½ colher (chá) de extrato de baunilha
1 xícara (140g) de mirtilos, frescos ou congelados (se usar congelados, não descongele antes)

Preaqueça o forno a 200°C. Forre com forminhas de papel 8 cavidades de uma forma de muffin. Encha as cavidades restantes com água até a metade: isso evita que a forma entorte.

Em uma tigela grande, misture o açúcar e as raspas de laranja e esfregue com as pontas dos dedos até o açúcar aromatizar. Junte a farinha, o fermento e o sal e misture bem com um batedor de arame.
Em uma tigela média, misture bem com um batedor de arame o ovo, o leite, o azeite e a baunilha. Despeje sobre os ingredientes secos e misture levemente com um garfo – não misture demais, ou os muffins ficarão duros; massa de muffin não é lisa como massa de bolo.
Incorpore os mirtilos. Divida a massa entre as forminhas de papel e leve ao forno por cerca de 20 minutos ou até que os muffins cresçam e dourem – faça o teste do palito. Deixe esfriar na forma sobre uma gradinha por 5 minutos, e então remova os muffins da forma com cuidado, transferindo-os para a gradinha. Deixe esfriar completamente ou sirva mornos.

Rend.: 8 unidades

Thursday, August 10, 2017

Amaretti de amendoim com um toque de canela e sem tempo para o blog

English version

Peanut cinnamon amaretti / Amaretti de amendoim com um toque de canela

Meus dias tem sido cheios ultimamente e acho que alguns de vocês já sabem que isso acontece quando eu sumo do blog. :)

Entretanto, dei um jeito de passar por aqui hoje, bem rapidamente, para lhes trazer uma receita que adoro, e que também é rapidíssima de fazer: os amaretti que preparo de vez em quando, trocando as amêndoas por um ingrediente bem brasileiro: amendoim. Eu os considero biscoitos Ítalo-brasileiros (gosto mesmo de misturar países na minha cozinha). :)

Estes amaretti vão super bem com café ou chá, além de ficarem uma delícia quebradinhos em pedaços menores e salpicados por cima do sorvete.

Amaretti de amendoim com um toque de canela
receita minha

- xícara medidora de 240ml

2 ½ xícaras (250g) de farinha de amendoim
1 xícara (200g) de açúcar cristal
½ colher (chá) de canela em pó
1 pitada de sal
2 claras grandes (56g no total)
½ colher (chá) de extrato de baunilha

Preaqueça o forno a 180°C. Forre duas assadeiras grandes e rasas com papel manteiga.

Em uma tigela grande, misture com um batedor de arame a farinha de amendoim, o açúcar, a canela e o sal. Acrescente as claras e a baunilha e vá misturando com uma espátula de silicone até obter uma massa.

Faça bolinhas usando 2 colheres (chá) niveladas de massa e coloque nas assadeiras preparadas, deixando 2,5cm de distância entre elas. Achate cada bolinha levemente com os dedos e asse por 15 minutos ou até que dourem. Deixe esfriar completamente nas assadeiras sobre gradinhas.

Os biscoitinhos podem ser guardados em um recipiente hermético em temperatura ambiente por até 2 semanas.

Rend.: cerca de 35 unidades

Wednesday, August 02, 2017

Frittata de brócolis, cebola caramelizada e mozarela fresca, ou ovos são os meus heróis na cozinha

English version

Broccolini, caramelized onions and mozzarella frittata / Frittata de brócolis, cebola caramelizada e mozarela fresca

Posso dizer com certeza que ovos são um dos meus ingredientes favoritos no mundo: deliciosos, saudáveis e extremamente versáteis. Não importa o quão pobrinhas estejam a sua despensa e geladeira, se houver ovos em casa o jantar está garantido – e quase sempre de maneira rapidíssima.

Faço frittatas com frequência, já que nelas posso usar o que estiver sem destino certo na geladeira. A que lhes trago hoje tem uma das minhas combinações de sabores mais adoradas em frittatas e há vezes em que compro brócolis e/ou mozarela só para prepará-la: os brócolis ficam ótimos combinados com os pedacinhos molinhos de queijo derretido, mas para mim o que faz mesmo o prato brilhar é a doce e saborosa cebola caramelizada, por isso, lhes peço que tenham paciência e insistam neste passo, mesmo que lhes pareça uma tarefa chata e ingrata – vale muito a pena. Já usei algumas vezes orégano fresco no lugar do tomilho e ficou muito gostoso também.

Frittata de brócolis, cebola caramelizada e mozarela fresca
receita minha

- xícara medidora de 240ml

½ cebola grande, em fatias finas
1 colher (sopa) de azeite de oliva
½ colher (chá) de açúcar cristal
sal
1 ½ xícaras (60g) de floretes de brócolis
3 ovos grandes, temperatura ambiente
pimenta do reino moída na hora
2 colheres (chá) de folhas de tomilho fresco
1/3 xícara (60g) de mozarela fresca

Preaqueça o forno a 200°C. Aqueça o azeite em uma frigideira de 20cm de diâmetro e que possa ir ao forno. Junte a cebola e misture para cobri-las com o azeite. Salpique com o açúcar e 1 pitada de sal, baixe o fogo e cozinhe, mexendo de vez em quando, por cerca de 20 minutos ou até que as cebolas estejam douradas e macias.

Junte os floretes de brócolis e cozinhe, mexendo ocasionalmente, por 2 minutos. Enquanto isso, quebre os ovos em uma tigela média, tempere com sal e pimenta do reino e bata com um batedor de arame. Junte o tomilho.
Dê uma boa misturada na cebola e nos brócolis na frigideira antes de cobrir com os ovos, para evitar que a cebola fique toda no fundo. Despeje os ovos sobre os ingredientes. Rasgue a mozarela em pedaços e espalhe-os sobre os ovos. Cozinhe a frittata em fogo baixo por 2 minutos, sem misturar, e então leve ao forno por 8 minutos, ou até que estufe e doure. Sirva imediatamente.

Rend.: 2 porções

Related Posts with Thumbnails